Colecções
Versão para impressão Enviar por E-mail

 


Sala de Leitura de Iconografia

 

Horário
2ª-6ª Feira, das 09h30 às 17h30
Requisições de leitura até 17h00
Sábados - Encerrado

Serviços complementares
Fotocópia de obras referência,
a pedido, até às 17h00

 

Contactos
Tel.:  21 7982049 / 50
Fax: 21 7982138
Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

Estampas


Este Fundo, abrangendo cerca de 17.000 documentos, inclui álbuns de estampas e espécies avulsas. Para além do núcleo primitivo e das obras que pertenceram às bibliotecas dos conventos extintos em 1834, a colecção foi enriquecida no século XIX com a compra de parte das colecções Cifka, em 1887, e Figanière, em 1889. De incorporação mais recente, salientam-se o núcleo iconográfico da doação Jorge Moser, essencialmente constituído por retratos, assim como ofertas dos próprios artistas.

A colecção compreende gravuras originais desde o século XVI, com predominância dos séculos XVIII e XIX, e estampas fotomecânicas dos últimos dois séculos. Embora apresentando obras de produção estrangeira, sobretudo francesa e italiana, os autores nacionais ou aqueles que trabalharam em Portugal, ou sobre temas portugueses, são os mais representados. O âmbito temático e de género é muito diversificado, apresentando, no entanto, maior incidência em áreas como o retrato, a topografia, acontecimentos históricos e figuras e costumes.

Entre as gravuras de carácter artístico excepcional salientam-se obras de Callot, Piranesi, Dürer e Rembrandt. A colecção apresenta ainda obras dos gravadores portugueses contemporâneos como José de Guimarães e David d'Almeida, entre outros.


Inventário da colecção de estampas : série preta. Org. e pref. por Ernesto Soares. Lisboa: BN, 1975.